Está chegando a hora do eleitor decidir entre dois candidatos para assumir a prefeitura de Limeira; Mario Botion ou Murilo Félix, qual será o mais votado? 

O encontro entre Mario Botion (PSD) e Murilo Félix (PODEMOS) nos estúdios da EPTV Campinas
O encontro entre Mario Botion (PSD) e Murilo Félix (PODEMOS) nos estúdios da EPTV Campinas

De um lado o candidato do PSD Mario Botion tenta a reeleição, obteve 45.248 votos (32,32%) no primeiro turno e tem como vice Erika Tank (PL) na coligação PSD / PL / PSC / PV / PROS / PMB. Na Câmara de Vereadores seu partido elegeu dois vereadores, Jorge de Freitas, que fará seu quarto mandato e Everton Ferreira, atuará pela primeira vez, entretanto a coligação partidária conquistou 10 cadeiras, das 21 possíveis. 

Mario Botion (PSD)

Murilo Félix é do partido Podemos, no primeiro turno chegou aos 31.402 votos (22,43%), e Dra Alessandra (PSL) compõe a chapa para vice-prefeito. Os partidos que formam a coligação são AVANTE / Podemos / PSL / PDT. O Podemos contará na Câmara de Vereadores com duas cadeiras, foram eleitos Tatiane Lopes Protetora e João Antunes ‘bano’ ambos atuaram pela primeira vez e, a coligação partidária da chapa conseguiu apenas mais uma cadeira no legislativo, Constância Felix (PDT), mãe de Murilo, totalizando 3 vereadores. 

Murilo Félix (PODEMOS)
Murilo Félix (PODEMOS)

Na última semana que antecede as eleições do segundo turno, os candidatos se encontram 3 vezes para debates frente a frente, um realizado pelo grupo Band, transmitido pelo YouTube (https://youtu.be/Pc5JTj6Yolo) outro realizado pelo Portal G1 (http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/jornal-da-eptv/videos/v/debate-para-a-prefeitura-de-limeira-nas-eleicoes-2020-2o-turno/9052641/) na quarta-feira, 25 e o último debate está agendado para noite dessa sexta-feira promovido pela rádio Educadora AM de Limeira em conjunto com a USTL (União Sindical dos Trabalhadores de Limeira), o confronto ocorre às 20h30, no Gran São João, e será transmitido em todas as plataformas da rádio.

EPTV Campinas

Convidados pelo Núcleo Eleições 2020 da EPTV Campinas para participarmos do debate promovido pelo G1 Piracicaba, na quarta-feira, em uma cobertura presencial, estivemos presente acompanhando tudo perto o trabalho realizado pela emissora que reservou um espaço destinado aos profissionais de imprensa com protocolos rígidos de segurança em razão da pandemia do novo coronavírus. O encontro entre Mario Botion (PSD) e Murilo Félix (PODEMOS) foi realizado nos estúdios da EPTV Campinas, afiliada da Rede Globo, e teve sua transmissão ao vivo na internet pelo g1.com.br/piracicaba.

 Larissa Castro
A mediação foi de Larissa Castro

O debate foi dividido em três blocos, sendo dois com temas livres e um outro com assuntos determinados pela emissora. Os temas sorteados durante o debate foram aqueles que mais preocupam a população, como saúde e educação, por exemplo. 

EPTV Campinas
Os bastidores dos estúdios da EPTV Campinas, afiliada da Rede Globo

O primeiro candidato sorteado para fazer sua pergunta foi Murilo Félix que perguntou a Mario Botion sobre a lei federal 12.305/2010 que obriga os municípios a terem um plano de gerenciamento de resíduos sólidos, perguntando se Mario Botion “pretende fazer a expansão do aterro ou levar o lixo para um aterro municipal em outra cidade”? 

Mario Botion, em seu tempo de resposta de 1’30’’, respondeu, ”Limeira tem um aterro que funciona no Horto Municipal com sua capacidade bastante já esgotada. Nós conseguimos um alteamento, uma liberação da Cetesb para mais um período de deposição e em nosso Plano de Governo está a construção de uma usina de resíduos sólidos e vai operar toda a questão do lixo de nosso município. Já entramos com pedido junto a Cetesb para aprovação da terceira etapa do aterro sanitário, lá no Horto Florestal, esse processo já está andando. Paralelo a isso, na próxima gestão buscaremos a implantação de uma usina de resíduos sólidos que trará para Limeira a qualidade nessa questão de tratamento do lixo. Retirar o que é bom, aproveitável, que vai ser transformado em renda complementar para operação da usina e aquilo que é inerte colocar no aterro sanitário. Aumentaremos de maneira significativa a coleta dos recicláveis, Limeira tem uma limitação, nos avançaremos para coletar a reciclagem de maneira que atinja toda cidade e isso possa se transformar e gerar renda e oportunidade para os coletores que já estão trabalhando em nosso município. 

Na réplica da pergunta Murilo apontou sua preocupação que “precisamos resolver o quanto antes essa questão da expansão do aterro municipal de Limeira e você (Mario) quase perdeu essa área, precisou entrar na justiça para recuperar essa parte do Horto. Agora, é importante nós seguirmos essa lei (federal 12.305/2010) porque é uma obrigação dos municípios, temos que fazer essa usina de compostagem do lixo orgânico, porque desta forma poderemos vender esse fertilizante, através da prefeitura e gerar riqueza para a cidade. Temos também que valorizar os lixos inertes que são que aqueles oriundos da construção civil, reaproveitando para a construção civil. Nós sabemos, hoje, que o lixo é riqueza, inclusive, ontem mesmo eu assinei uma ODS da ONU, que é um compromisso de cidade sustentável, transformando Limeira em uma cidade inteligente. Então, trabalharemos para que Limeira tenha mais ecopontos, para que teremos um trabalho consciente nas escolas em relação ao lixo, inclusive vamos criar o IPTU Verde, um programa de premiação paras as empresas e comerciantes que fizerem trabalhos pensando na sustentabilidade de nossa cidade e com certeza teremos o aterro municipal expandido”, falou.

Mario Botion respondeu em tréplica, “o candidato está equivocado, não houve nenhum problema com perda na justiça, muito pelo contrário, um trabalho do Deputado Federal Miguel Lombardi, nos conseguimos reverter um decreto, do então, presidente Lula, que transferiu todo nosso Horto para o INCRA para reforma agrária, um absurdo! Conseguimos reverter e, hoje, o Horto pertence ao município. A SP-U que é a secretaria de patrimônio da União, está fazendo toda a parte documental para que o Horto fique em caráter definitivo para o município de Limeira e, lá, nós instalaremos sim, a terceira fase do aterro sanitário com a implantação de uma usina de resíduos sólidos, aliás, Limeira já tem uma lei que trata dessa questão do resíduo, da coleta, transbordo e tratamento do lixo, além, da lei federal. Sempre cumpriremos todos os regramentos, e essa questão vai ser tratada como muita atenção. Coletando mais resíduos recicláveis, tratando esse material ou encaminhado esse material para os eco-coletores que já trabalham em Limeira e terão renda a mais por conta disso”, afirmou.

Fazendo o uso de sua pergunta com tema livre, Mario Botion perguntou a Murilo Félix, “a mobilidade é um grande desafio para todos nós e ela impacta nossas vidas de maneira bastante significativa. Nós fizemos várias intervenções nesse período, na questão da mobilidade urbana. Neste momento nós estamos recapeando e fazendo a drenagem superficial da Marginal Tatu, que é uma importante via de acesso. Candidato, no seu Plano de Governo consta que senhor vai construir terminais urbanos nos bairros, eu queria que o senhor falasse um pouquinho mais desse modelo e como isso vai ser custeado?” 

Murilo teve 1’30’’ para responder, “olha Mario, primeiro a Marginal Tatu, você deixou de lado durante quatro anos de seu governo. Todo limeirense que anda por ali sabe que é uma obra inacabada e que, realmente, foi iniciada nos governos anteriores e, justamente pelo fato de você não ter continuado essa obra ela acabou-se deteriorando. Você tinha a obrigação de continuar porque está justamente no direito público o princípio de que um prefeito começa um serviço, os outros prefeitos devem continuar aquilo que foi iniciado. Eu tenho uma preocupação ali com o córrego do Tatu, é preciso fazer o quanto antes o desassoreamento, tirando a terra para que esse córrego possa correr de forma correta. Outra coisa importante candidato, em relação aos terminais regionais, é fundamental que nós façamos, próximo a região do (bairro) Nossa Senhora das Dores e também na região subindo (avenida) Lauro Correa, que é uma área onde o município tem crescido bastante, justamente valorizando o munícipe que tem reclamado bastante da falta de linhas de ônibus e também da ineficiência da demora para que as pessoas possam pegar mais linhas e chegar ao seu destino de maneira mais rápida e eficiente. Recurso é fácil, eu vou fazer uma auditoria nos contratos da prefeitura, porque você gasta muito com contratos caros que na verdade não são tão eficientes. Como por exemplo a poda de árvores, você gasta o dobro do prefeito anterior, Paulo Hadich. Fazer uma auditoria sobrará recursos para esse tipo de investimento e podemos ainda cobrar da empresa de ônibus através de uma licitação nova”, falou.

Na réplica de um minuto Mario disse, “o senhor não respondeu a pergunta mas, não tem problema. A Marginal Tatu tá bem cuidada, nos fazemos agora o recapeamento dela, no tempo certo, no tempo correto, com a realidade orçamentária, sem mentiras, aqui nós trabalhamos com a verdade. E, o Tatu, ele já está canalizado, não precisa desassorear nada, a cabeceira e a jusante estão perfeitamente funcionando, estão bem colocado. O senhor deveria conhecer candidato, o Plano de Mobilidade Urbana, que lá no Plano já tem um diagnóstico completo, elaborado, com pesquisa de origem e destino, de tudo o que precisa. E o Plano não estabeleceu nada com relação a terminais urbanos isso é uma barbaridade de quem não conhece o Plano de Mobilidade Urbana, que foi aprovado pela Câmara, é uma lei que precisa ser cumprida. O senhor deveria conhecer profundamente essa questão para não falar ou não dizer que vai fazer terminal urbano regionalizado, coisa que o Plano de Mobilidade Urbana não estabeleceu. Os contratos estão todos auditados pelo Tribunal de Contas e aprovados”. 

Na tréplica de um minuto Murilo frisou, “olha Mario, você realmente, eu não sei como responder. Você precisa me respeitar mais, você tem idade para ser o meu pai, então, primeiro eu peço respeito. Eu respondi sim! E o limeirense sabe disso. O limeirense quando anda ali pela Marginal Tatu, ele não é bobo, ele vê uma obra que foi começada e não foi acabada. É preciso duplicar a Marginal Tatu, isso está no Plano diretor sim Mario! Aliás, acho que você precisa de um pouco de humildade neste momento e reconhecer seus erros, isso é fundamental. Você reconhecer que tinha uma obra que deveria ter sido concluída e você não fez. Qualquer pessoa que andar por ali e olhar pelo córrego vai ver que ele foi ocupado por terra, isso qualquer limeirense pode ver e, quando chove a gente vê lá na avenida Laranjeiras o acumulo da água e isso é justamente pela sua ineficiência de não ter feito um planejamento, principalmente, em relação como a água deve seguir em Limeira. Você fechou o SAAE e reduziu em 78% o investimento em saneamento básico e todo planejamento que tange isso na prefeitura de Limeira. É isso”, encerrou Murilo.

Outros assunto foram abordados, pois, os candidatos apresentaram e discutiram suas ideias para ajudar os eleitores de Limeira a decidirem o voto no próximo domingo. No total, o debate teve duração de uma hora e, depois os candidatos atenderam aos jornalistas que estavam presente à cobertura do debate.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *